Auto ajuda Washington Luiz

VENCER A ROTINA PARA SALVAR SEU RELACIONAMENTO

VENCER A ROTINA PARA SALVAR SEU RELACIONAMENTO
vencer a rotina para salvar o relacionamento

saia da rotina

Vencer a Rotina para salvar seu relacionamento. Eis uma verdade em uma questão difícil de enfrentar. A rotina, como tudo na vida, tem seu lado bom e o lado ruim. Evidentemente que bom ou ruim depende como cada pessoa vê o seu modo de viver. Se para ela a rotina é algo bom, a deixa feliz, evidentemente que não há necessidade de mudança. Entretanto, parece difícil acreditar que alguém esteja totalmente feliz com a rotina quando esta é desagradável e insiste em se instalar no nosso dia a dia.

UM CAMINHO PARA VENCER A ROTINA PARA SALVAR SEU RELACIONAMENTO

Há quanto tempo, fazemos a mesma coisa e do mesmo modo, mecânica e monotonamente, desde o amanhecer até ao anoitecer? Quantas vezes fazemos o mesmo percurso para irmos ao trabalho; beliscamos biscoitos, batata chips ou chocolates ou até mesmo roemos as unhas?

Esses hábitos, naturalmente, são apenas a ponta do iceberg que incomoda, angustia e provoca tédio, desânimo e até põe fim nos relacionamentos.

Segundo o dicionário “on line” português, a rotina é o “hábito de fazer uma coisa sempre do mesmo modo, mecanicamente; repetição monótona das mesmas coisas; apego ao uso geral, sem interesse pelo progresso”.

Dessa simples definição pode-se tirar alguns elementos que por si só são suficientes para fazer refletir se não é chegada a hora da mudança, da descoberta de um novo caminho que possa tornar a curta vida mais feliz, mais gratificante e mais produtiva.

De fato, sempre que uma determinada atitude é tomada do mesmo modo, repetida e mecanicamente, ou seja, sem qualquer envolvimento emocional, é acionado o sinal amarelo que revela o apego irresistível por um comportamento que nos prende e limita.

Identificar o mau hábito que provoca a insatisfação e se conscientizar da necessidade de eliminá-lo é o primeiro passo para vencê-lo.

SUBSTITUIR MAUS HÁBITOS POR BONS HÁBITOS

Existem hábitos saudáveis que lhe trazem prazer e hábitos negativos que trazem desprazer.

Evidentemente que eliminar hábitos negativos, como por exemplo, roer unhas, fumar, não gostar de trabalhar, não é algo fácil de fazer e exige muita força de vontade muita determinação.

Segundo os especialistas em comportamento humano uma das formas de eliminar um hábito desagradável é substituí-lo por um hábito bom. Mas, isso também exige muito esforço.

Entretanto, cabe relembrar aqui que quase todas as descobertas, inventos, e desenvolvimento tecnológico são frutos da necessidade, da vontade e da determinação.

O mundo não seria o que é hoje não fossem a necessidade de se descobrir novas fontes de energia, novos meios de comunicação e novas formas de se locomover etc.

Por outro lado, a necessidade sozinha não faz tudo que é preciso ser feito. É necessário que haja vontade, querer.

Se de um lado, a necessidade e a vontade são preponderantes para se obter resultado, ambas necessitam de um terceiro elemento que é a determinação.

Não fossem a necessidade, a vontade e a determinação, Thomas Edison, um industrial americano não teria registrado mais de 2.000 patentes de invenção, dentre elas a lâmpada incandescente, o fonógrafo, o primeiro sistema para gravação e reprodução de som,  a câmera de cinema etc.

Evidentemente que quando a insatisfação provocada pela rotina atinge uma única pessoa, cabe a ela identificar até onde interfere no seu bem estar e a partir daí buscar a mudança.

Por outro lado, se a rotina também está afetando o relacionamento amoroso entre um casal com certeza isto pode trazer consequências desagradáveis levando até à separação.

É fato que em todo inicio de relacionamento a temperatura que envolve o casal é altamente inflamável bastando um olhar, um toque, uma palavra para desencadear um turbilhão de emoções.

É sabido também que o tempo, o trabalho, os problemas diários que envolvem o casal tem o condão de provocar o distanciamento, a falta de cuidado e aquela sensação de que não somos mais amados ou queridos pelo outro. Este é o momento para ambos procurarem descobrir o que efetivamente está abalando sorrateiramente a relação e a partir daí se conscientizem da necessidade e do desejo de proceder à mudança, bem como impregnar no corpo e na alma uma forte dose de determinação.

A rotina é o câncer silencioso que se instala no relacionamento e o destrói se não descoberto e combatido a tempo.

Sobre o autor | Website

O autor tem formação superior em direito. No entanto, seu objetivo neste blog é ajudar as pessoas encontrarem o equilíbrio necessário para o seu desenvolvimento pessoal. Para tanto pretende abordar temas que contribuam com o aprendizado espiritual e, principalmente, possam despertar em cada um valores de maior significado e importância e lhe desperte a consciência de que agora não é só tempo de ganhar, mas que também é tempo de sonhar, amar, agradecer e perdoar,

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

2 Comentários

  1. suelen disse:

    Interessante seu artigo. Eu sou apaixonada por seguir uma rotina todos os dias. Mas devo dizer que em muitos momentos tudo que quero é viver algo novo, diferente, excitante.